Romero pleiteia liberação de recursos de compensação previdenciária para o Ipsem, na presidência do INSS


Durante audiência com o presidente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Leonardo Gadelha, o prefeito Romero Rodrigues tratou de uma pauta de interesse direto do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Campina Grande (Ipsem), na manhã desta quarta-feira, 9, em Brasília: a liberação de recursos, via sistema de Compensação Previdenciária (Comprev), para o instituto campinense, na ordem de R$ 1,2 milhão.

Acompanhado do secretário de Ciência e Tecnologia de Campina Grande, deputado licenciado Tovar Correia Lima, Romero Rodrigues discutiu e apresentou o pleito formalmente a Leonardo Gadelha, que concedeu a audiência assessorado por técnicos do órgão, na presidência do INSS.

O Comprev tem por objetivo operacionalizar a Compensação Previdenciária entre o Regime Geral de Previdência Social e os Regimes Próprios de Previdência Social dos Servidores Públicos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, nos casos de contagem recíproca de tempo de contribuição para efeito de aposentadorias e pensões.

Durante a audiência, Romero destacou o empenho do Ipsem em suas gestões, tendo à frente o presidente Antônio Hermano de Oliveira, em prol do equilíbrio financeiro do instituto. Lembrou, por exemplo, que foi alcançada uma economia superior a R$ 6 milhões nos últimos anos só com a mudança gerencial do sistema de compensação.

O prefeito observou que, na administração que lhe sucedeu, uma empresa faturava na ordem de R$ 1 milhão por ano só para fazer o serviço que, desde 2013, passou a ser feito por um servidor do quadro. "Só esse contrato já comprometia consideravelmente a rubrica de custeio do Ipsem", revelou Romero.











Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.