População critica o anuncio da data para o fim do racionamento d'água em Campina Grande e região

Cagepa prever o fim do racionamento d'água em Campina e região para o dia 26 deste mês



Após reunião realizada na manhã desta terça-feira (8), na Gerência Regional da Cagepa, o secretário de Recursos Hídricos do Estado, João Azevedo, anunciou a data para o fim do racionamento em Campina Grande e nos outros 18 municípios abastecidos pelo açude Epitácio Pessoa (Boqueirão).

Conforme o cronograma elaborado pela gestão estadual, o racionamento será encerrado no dia 26 de agosto.

Ao comunicar a decisão, o secretário explicou que ela foi tomada porque com a chegada das águas da transposição do rio São Francisco o açude atingiu um patamar mínimo para garantir a segurança hídrica de Campina Grande e região.

Além de João Azevedo, também participaram da reunião representantes da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Cagepa e secretários do governador Ricardo Coutinho.

Nas redes sociais e emissoras de de rádios muitos campinenses se posicionaram contra essa medida, alegando que o Açude de Boqueirão não contra ainda com um grande volume de água. Para o ex-deputado Gilbran Asfora a decisão é precipitada: "Uma decisão precipitada, já que o rio São Francisco está em racionamento", disse Gilbran.

Outros alegaram que essa medida é apenas para gerá discurso e mídia gratuita, para o governador querer ser "o pai das águas", ou melhor, querer projetar politicamente na mídia, o seu pre-candidato a governador em Campina, que é o seu secretário, João Azevedo que usará indiretamente o discurso do fim do racionamento, para fazer propaganda da sua suposta candidatura ao governo no próximo ano.

Já o publicitário Emerson Saraiva, achou muita coincidência o governo do estado acabar com o racionamento em Campina e região justamente no dia 26 deste mês! Segundo ele, o secretário "responsável" pela decisão de acabar com o racionamento em CG, "por acaso", é pré-candidato a governador. E a data que ele escolheu para que o racionamento seja interrompido, "por acaso", cai no mesmo dia em que Lula estará na Paraíba.

Outros criticaram o preço da tarifa d'águia cobrada pela Cagepa. Alegam que, com o racionamento, a água da Cagepa tá cara que só a gota serena, imagina com o fim do racionamento no dia 26, o peço da água vai ficar mais caro que ouro ou petróleo.








Fonte: Paraibaonline


Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.