Amazonas escolhe novo governador neste domingo


Os eleitores do Amazonas voltam às urnas neste domingo (6) para escolher o novo governador e vice-governador do Estado. A votação começou tranquila no Estado. As seções abriram às 8h (9h de Brasília). Ao todo, são 2.338.037 eleitores no Estado, de acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

As 6.668 urnas eletrônicas espalhadas por 1.508 locais de votação em todo o Estado ficam abertas até as 17h (18h de Brasília).

Antes mesmo do início da votação, eleitores amazonenses já faziam filas para entrar nas zonas eleitorais. Em Manaus, o comerciário José Augusto chegou antes das 7h ao maior colégio eleitoral do Amazonas, o Centro Universitário Nilton Lins, no bairro Flores, na zona Centro-Sul. No local votam mais de 11.500 eleitores.

“Sempre venho cedo para depois ter o dia livre pra ficar com a família. E a gente vem cumprir o dever cívico”, disse o eleitor.

O pintor Zacarias Cordeiro saiu às 5h de casa, no bairro São José, zona leste da cidade. “Cheguei às 6h30 aqui porque moro longe e fiquei com medo de chegar atrasado.Eu saí às 5h de casa. Acho importante votar”, afirmou.

Pela primeira vez, o transporte coletivo não está sendo gratuito em dia de eleição no Amazonas. Em nota, a prefeitura de Manaus informou que cumpre entendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), que concluiu não ser necessário o benefício neste domingo. Com o cadastramento biométrico, a maioria dos eleitores está votando perto de casa.

“Em nenhum município brasileiro se dá gratuidade ao transporte público no dia da eleição. Manaus ainda praticava isso porque era uma tradição. Hoje a eleição é diferente. Temos todo o município ‘biometrizado’. As pessoas foram localizadas próximas de suas residências. Acredito que isso não vá causar impacto na questão da abstenção”, explicou o desembargador Yêdo Simões, presidente do tribunal.

A Justiça Eleitoral informou que, do total do eleitorado no Estado, 1.533.848 cidadãos são identificados por meio da impressão digital, uma vez que já fizeram o cadastramento biométrico.

Os concorrentes ao governo do Estado do Amazonas são:

– Amazonino Mendes (PDT), com o deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB) de vice;

– Eduardo Braga (PMDB) e seu vice Marcelo Ramos;

– José Ricardo Wendling (PT) e seu vice Sinésio Campos;

– Liliane Araújo (PPS) e o seu vice cabo Lobo;

– Luiz Castro (Rede) e o seu vice João Victor Tayah (PSOL);

– Marcelo Serafim (PSB), com o vice Sirlan Cohen;

– Rebecca Garcia (PP), com o vice Felipe Souza (Podemos);

– e Wilker Barreto (PHS), que tem a vereadora professora Jacqueline como vice.

Caso nenhum candidato consiga a maioria simples dos votos, o segundo turno será realizado no dia 27 de agosto.

Cassação

Em maio deste ano, o TSE decidiu cassar o mandato do então governador do Amazonas, José Melo (PROS), e do seu vice, José Henrique de Oliveira, por terem comprado votos na Eleição 2014.

Na ocasião, a Corte Eleitoral determinou ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) que realizasse nova eleição direta para os cargos.

Neste domingo, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, vai acompanhar a votação e a apuração dos votos em Manaus.

Da Redação com R7

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.