Grato por sua visita!

Tribunal concede prisão domiciliar a ex-ministro Geddel Vieira Lima

O ex-ministro Geddel Vieira Lima em depoimento em audiência de custódia

O desembargador federal Ney Bello, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região, concedeu nesta quarta-feira (12), prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Geddel estava preso provisoriamente desde o dia 3 de julho, por suspeitas de que teria atuado para pressionar o corretor Lucio Funaro a não fechar um acordo de delação premiada.

"Não se pode consentir que a prisão preventiva se transmude em antecipação de aplicação da pena sob risco de se desvirtuar sua finalidade, ferindo o príncipio da presunção de inocência, consagrado em nosso sistema pátrio", destacou Bello em seu despacho.

A decisão do desembargador determina que Geddel permaneça em casa, proibido de utilizar telefones ou de ter contato com outros investigados, além de usar tornozeleira eletrônica.

Uol

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.