Grato por sua visita!

‘Podemos’ abre processo para expulsar do partido o prefeito de Bayeux preso nesta quinta


O partido do prefeito de Bayeux, Berg Lima, o Podemos, enviou nota à imprensa, no início da tarde desta quinta-feira (6), comunicando que o prefeito deve ser expulso da legenda, que “adota uma linha rígida em relação à conduta de seus filiados”.

Segundo o delegado Lucas Sá, o prefeito Berg Lima foi preso na tarde de quinta, após ser flagrado recebendo propina de empresa que fornecia alimentos para a saúde no município. Havia um déficit da gestão passada para com esta empresa de R$77 mil e Berg, de início teria se negado a pagar a dívida, mas depois propôs ao comerciante o pagamento de R$15 mil desde que recebesse a propina de R$5 mil.

Em entrevista veiculada na Rádio Correio, o delegado informou que o comerciante procurou a Delegacia de Defraudações da capital no começo de maio para informar que estava sendo coagido a repassar valores para a atual gestão e, como ainda restavam outras parcelas, o comerciante ficou preocupado e denunciou o prefeito.

Nota do Podemos à imprensa

O Podemos adota uma linha rígida em relação à conduta de seus filiados.

Fiel às suas diretrizes de lutar pela ética na política, por justiça social e por transparência, o partido abriu um processo de expulsão do prefeito de Bayeux (PB), Berg de Lima.

Respeitado o direito de defesa, caso seja confirmada a falta, ele será excluído, como qualquer outro militante.




Da Redação


Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.