Lucratividade dos barraqueiros do PP chegou a 30% de aumento

Por Angélica Brito3 Minuto

Lucinei Cavalcante presidente da Associação dos Comerciantes do Maior São João do Mundo fez um balanço da lucratividade das barracas localizadas no Parque do Povo, nesta 34ª edição da festa e disse que o saldo de cada comerciante depende da localização da barraca e do tipo de comida que foi oferecido ali.

“Na área dos restaurantes, que podiam colocar mesas do lado de fora, houve acréscimo no faturamento. Na área de show, algumas aumentaram o lucro, outras empatam e outras tiveram saldo negativo com relação ao ano passado. A variação foi de 20% negativo até 30% de aumento no lucro”, adiantou.

Segundo Lucinei, as barracas que investiram numa melhor aparência ao público tiveram melhor rendimento.

“As barracas com melhor ornamentação tiveram um melhor rendimento. Nós fizemos o concurso de melhor ornamentação e ele vai continuar no próximo ano premiando as quatro barracas melhor ornamentadas. A gente espera que no próximo ano seja ainda melhor”, disse.

Lucinei também fez algumas críticas e sugestões quanto à organização da festa, que esteve na responsabilidade da Aliança Comunicação e Cultura e, entre as críticas estão: a distribuição de bebidas dentro do Parque; o número de seguranças circulando na festa; concorrência direta com os patrocinadores dentro do Parque do Povo e falta de diálogo com a empresa licitada.

“Uma das questões são os patrocinadores colocarem pontos de venda direta na festa. O marketing deveria ser o stand para divulgar a marca e não concorrer com os comerciantes. Levamos isso aos escritórios nacionais. Também pedimos o aumento na segurança, pois foi prometido 160 e tinha 20 homens circulando fora os que ficavam na entrada. Somos contra a mudança para o Clube do Caçador e gostaríamos que a Aliança abra o diálogo. Temos ideias e sugestões que podem ajudar, e muito, na realização da festa. É preciso um diálogo relacional”, sugeriu.

Ao todo quase 400 barraqueiros trabalharam na festa. Eram 224 pontos fixos e 161 ambulantes, além dos que vendiam brinquedos.

O presidente da associação afirmou que o Parque do Povo comporta o São João perfeitamente, “apenas precisa de algumas adequações como voltar desapropriação da Rua João Moura com Major Belmiro”, voltar com o palco principal com arraiá Hilton Motta para revalorizar a pirâmide” e “que o Parque do Povo continue sendo o quartel do Forró”.

As informações repercutiram na Rádio Correio.




Fonte: Paraíba Todo Dia 


Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.