Juiz mantém prisão do prefeito de Bayeux, Berg Lima, e o afasta do cargo


O Juiz Aluizio Bezerra decretou a prisão preventiva do prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos) depois que ele foi preso em flagrante recebendo propina de um empresário da cidade de Bayeux, nesta quarta-feira (5). Lima foi pego com o dinheiro dentro de uma churrascaria da cidade.

Durante audiência de custódia no Tribunal de Justiça da Paraíba na noite desta quarta, o juiz converteu a prisão do flagrante em preventiva acatando pedido do Ministério Público. Com a decisão, o prefeito ficará preso na sede do Centro de Ensino da Polícia Militar, em João Pessoa por ter curso superior.

O magistrado ainda determinou busca e apreensão na casa do prefeito. Berg Lima ficará afastado do cargo de prefeito. O vice-prefeito Luis Antônio (PSDB) deverá assumir a gestão.

Prisão

Berg Lima foi preso nesta quarta após receber um envelope de dinheiro dentro de uma churrascaria de Bayeux, cidade a qual é prefeito.

O flagrante foi realizado durante uma ação realizada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e a Delegacia de Defraudações  de João Pessoa. O recebimento do dinheiro foi filmado, e o vídeo mostra um empresário fornecedor da prefeitura de Bayeux contando o dinheiro, que soma R$ 4 mil, e entregando ao prefeito.

As informações são do promotor de Justiça e coordenador do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba, Octávio Paulo Neto.

De acordo com a Polícia Civil, o dinheiro seria uma contrapartida para que o empenho do empresário fosse liberado. Nas imagens, após a contagem do dinheiro, o prefeito faz uma ligação para um secretário, solicitando a liberação do empenho.

Veja momento da prisão do prefeito de Bayeux, Berg Lima







Fonte: PB HOJE.




Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.