Compartilhar ai vai!

Jovem ofende a PM no Facebook e acaba tendo que se retratar, além de pagar multa



Após ter publicado ofensas contra policiais em seu perfil no Facebook, no início deste ano, a jovem de 22 anos terá de pagar multa no valor de R$ 937,00 em favor da Associação Serra do Caparaó de Karatê, além de se retratar na rede social.

A motivação do processo, movido por policiais deCaparaó, que se sentiram ofendidos, foi uma postagem em que a jovem chamava os militares de “ratos vestidos de policiais”. Segundo a postagem, os policiais “ficaram em casa com medo e não honram a farda”. O tópico era relacionado a ação de uma quadrilha explodiu os caixas eletrônicos dos bancos Sicoob, Bradesco e do Brasil em Caparaó. O fato foi na madrugada do dia 10 de janeiro.

Para evitar uma ação penal, a moça aceitou a proposta do Ministério Público de pagar a multa em cinco parcelas e publicar a retratação. A audiência foi na segunda-feira, 03 de julho.

Ela também assumiu a obrigação de manter a postagem por 30 dias. O texto foi publicado com o seguinte teor no perfil pessoal dela: “Eu..., venho por meio desta publicação,formalizar publicamente o meu pedido de desculpas atodo o Batalhão de Policiais Militares de Caparaó,diante de um acontecimento ocorrido de minhaautoria na página do Facebook, no dia 10 de janeiroem que me equivoquei por motivos de momentâneose os feri com minhas palavras todos os militares deminha cidade.

Que venha a ficar claro a minha sincera retratação, etambém meu pedido para que não possa mais havernenhum tipo de descaso referente ao trabalho detodos os Policiais Militares que aqui residem, queapesar do acontecido, todos venham a valorizar otrabalho de cada um, que é totalmente necessário nanossa população.

Como aprendizado venho dizer que é importanterespeitarmos o próximo se nós mesmos queremosrespeito, sendo assim, homens e mulheres que atuamnessa profissão merecem o apoio e reconhecimentode todos nós."

Outro rapaz, que também fez postagens e comentários negativos sobre os policiais, ainda não foi localizado. Ele também figura como réu no processo proposto pelo Ministério Público.

ESPERA FELIZ

Em 2015, após ter publicado ofensas contra policiais em seu perfil no Facebook, no dia 18 de agosto, uma jovem de 19 anos de Espera Feliz teve de pagar multa no valor de R$ 788,00 em favor do Conselho de Segurança Pública de Espera Feliz (CONSEP), além de se retratar na rede social.
Em fevereiro, ela foi novamente acionada por não cumprir as determinações estabelecidas naquela ocasião.

O pagamento vinha sendo cumprido. O problema foi com relação à retratação.

Pouco tempo após publicar o pedido de desculpas na rede social, a garota criou um outro perfil e, em seguida, a publicação da retratação no perfil antigo foi configurada a ficar privada, o que fez com que ela não ficasse visível a todo o público. O Ministério Público entendeu que isto foi um descumprimento e ofereceu nova denúncia, desta vez por descumprimento de ordem judicial.

A moça aceitou novas condições da justiça para que o processo fique suspenso por dois anos. Durante este período ela não poderá se ausentar da cidade por mais de oito dias sem autorização judicial; deverá comparecer ao fórum todo mês para prestar esclarecimentos sobre suas atividades; e deverá pagar R$ 880 ao CONSEP, além dos R$ 788 que já vinham sendo pagos pelo processo anterior.
Além disso, o pedido de desculpas teve que ser republicado nos seus dois perfis do Facebook de maneira pública a todos os usuários da rede social e permanecer no ar durante um ano.







Carlos Henrique Cruz - Com informações adicionais do Portal Espera Feliz

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.