Irregularidades na PMCG detectadas pelo TCE são da gestão de Veneziano


O secretário de Administração de Campina Grande, Paulo Roberto Diniz, deu entrevista no final da tarde desta terça-feira, 11, abordando informação veiculada na imprensa paraibana sobre a citação da Prefeitura campinense no ranking dos municípios onde foram detectados indícios de irregularidades em licitações. O detalhe, segundo Diniz, é que a quase totalidade dos processos sob suspeita dizem respeito à gestão do ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo (2004-2012).

De acordo com as informações prestadas no blog do jornalista Suetoni Souto Maior, do Jornal da Paraíba, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) criou o Índice de Derrotas dos Licitantes nos Municípios, que relaciona, com base no histórico de licitações, as empresas mais fracassadas em processos licitatórios. Ao todo, foram encontradas 275 delas com habilidade incomum para serem derrotadas nos certames.Segundo Paulo Diniz, do total de 80 apontadas pelo TCE ao município de Campina Grande, 50 são atinentes à Prefeitura. O detalhe é que, em pelo menos 42 situações (em mais de 80% dos casos), a modalidade levada a efeito foi o do convite na administração Veneziano Vital – no qual, não há publicidade do ato e as escolhas ficaram sempre a critério do gestor.

“Na administração do prefeito Romero Rodrigues, a modalidade preferencial e expressamente recomendada pela Secretaria de Administração é o do pregão, modalidade que compulsoriamente faz uso da publicação de editais no semanário, no Diário Oficial do Estado (DOE), no Diário Oficial da União (DOU) e nos jornais de grande circulação”, destaca o secretário.




Paraíba Online.

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.