Governo prepara mais cortes no funcionalismo público


A criação de um programa de demissões voluntárias para servidores do Executivo é apenas uma das ações em preparação pelo governo para enxugar gastos com pessoal.

O próximo alvo, conforme o jornal O Estado de São Paulo, serão os benefícios que complementam salários e consumiram R$ 16,6 bilhões em 2016, segundo dados do Ministério do Planejamento.

O cálculo leva em conta nove tipos de auxílios pagos a servidores dos todos os Poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público da União e Defensoria da União), entre eles alimentação, transporte, moradia e assistência médica.

A despesa com pessoal é o segundo maior grupo de despesas do Orçamento, atrás apenas dos benefícios pagos pelo INSS, ainda conforme o jornal.

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.