Após trair Dilma e o governo do PT: Veneziano tenta se redimir e diz que “o PT não tem do que reclamar de mim”




Em entrevista nesta quarta-feira (26), na Rádio Campina FM. o chamado de golpista pelo PT e esquerda brasileira, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), que teve um grande apoio de obras federais nos governo de Lula e Dilma, falou sobre a relação que tem com o Partido dos Trabalhadores atualmente, após a traição em votar pelo impeachment da ex-presidente Dilma, tendo como resultado uma vergonhosa de rota na ultima eleição para prefeito em Campina Grande.

Questionado sobre possíveis magoas e desavenças, Veneziano afirmou que, pelo contrário, tem uma relação boa e sempre deu espaços ao partido em sua gestão a frente da Prefeitura de Campina Grande, mas parece que esquece que após votar pelo impeachment de Dilma, o PT paraibano virou as costas pra ele que agora tenta se redimir votado contra projetos do governo Temer.

O parlamentar lembrou ainda que votou nos ex-presidentes Dilma Rousseff e Lula, ambos filiados ao PT, mas mesmo o seu irmão,Vitalzinho, tendo recebido o preferente de Ministro TCU no governo Dilma, virou as costas pra o governo dela apoiado o golpe que derrubou Dilma e elevo o então vice do PT, Michel Temer, que é do PMDB ao poder. É o que afirma os asseclas do PT e C&a.

"Nunca deixei de reconhecer as ações do PT durante a minha gestão. Diferente de Romero Rodrigues que usou o complexo Aluízio Campos para se eleger. A minha relação com o PT sempre foi em mão e contramão de reciprocidade. Votei em Lula, em Dilma e durante minha gestão sempre dei espaços ao partido. O PT não tem do que reclamar de mim", assegurou o chamado trtaidor e golpista do PMDB que era "amigo" do Lula e da Dilma, agora  por que está meio que escanteado no PMDB, tenta se reconciliar como o PT?





Blog do Gari Martins da Cachoeira 





Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.