Grato por sua visita!

A pedra e o amor psicotrópico

Autor: Martins da Cachoeira 

É triste amar uma pedra,
É  horrível gostar
de uma árvore bela
Esperando ser correspondido!
A pedra não tem pensamentos,
A árvore balança com o vento,
Mas ela nunca vai te amar,
Porque não tem sentimentos!

O amor é como psicotrópico nocivo,
Tira a razão, mata o sentido,
Faz o rei dos seres vivos
Viver feito um mendigo
Na mendicância do afeto ostensivo,
Tendo um amor incompleto
Que se comporta como uma pedra.

Não adianta amar um ser inanimado,
Mesmo estando ao seu lado,
É como se estivesse solzinho.
O silêncio toma conta da sala,
Se estende pela cozinha,
Área de serviço, florescem no quintal
E dorme comigo no quarto todo dia.



Autor: Martins da Cachoeira 



Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.