Sobre os codificados: Adriano Galdino reconhece irregularidades e diz que debate vai gerar demissão em massa


Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba, na manhã desta quinta-feira (1), o Dep. Adriano Galdino (PSB) voltou a falar do caso dos codificados, amplamente divulgado em toda Paraíba nas últimas semanas, a partir da lista divulgada pelo RádioBl
og.

Na lista há discrepância entre os informados daqueles pagos aos servidores na boca do caixa, ao receberem seus salários.

No seu discurso, Galdino afirma que o debate em torno do tema assunto vai gerar uma onda de demissões e cerca de 8 mil servidores podem ficar desempregados.

"Esse debate vai levar oito mil pais de famílias, que eram mais, o Estado já teve 23 mil codificados, hoje são oito mil. Esse debate pode levar à demissão em massa desses oito mil servidores que prestam serviço religiosamente ao Estado da Paraíba", disse.

O deputado também admite que há irregularidades na contratação desse pessoal, e tenta justificar o que chama de "irregularidade" com práticas análogas do governo Ricardo, numa clara busca de nivelar o discurso por baixo.

"Regularizar, não pode. Nós sabemos que que regularização, só através de concurso público. É uma irregularidade herdada pelo governador Ricardo Coutinho. Herdada, como eu disse, das gestões anteriores do governo Cássio, do governo Maranhão, do governo Roberto Paulino", pontuou.

Para o deputado Adriano Galdino, mesmo após a constatação feita a partir de uma certidão emitida pelo TCE de que já foram gastos quase R$ 400 milhões em apenas dois anos com esses servidores, o tema dos codificados é um "debate menor".

"Essa é uma herança que já veio irregular de governos passados, e esse debate pode culminar com a demissão em massa desses codificados, muitos deles já 25, 30 anos de Estado que podem ficar sem seu emprego. É um debate que eu considero menor", declarou.



Paraíba Rádio Blog.

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.