Grato por sua visita!

Ré na Lava Jato, Gleisi Hoffmann é eleita presidente do PT


A senadora paranaense Gleisi Hoffmann, que responde a processo da Operação Lava Jato, foi eleita neste sábado (3) em Brasília como a nova presidente do PT, com 367 votos. Ela substitui Rui Falcão, que ficou seis anos no cargo, e será a primeira mulher a comandar o partido.

Gleisi assume o comando do PT pelos próximos dois anos após um período em que, em pouco mais de três anos, o partido venceu sua quarta eleição presidencial consecutiva, foi alvo de um impeachment que tirou Dilma Rousseff do poder e viu algumas de suas principais lideranças presas ou investigadas na Lava Jato.

No discurso em que defendeu sua candidatura, Gleisi disse que o partido não vai ficar "enumerando" seus erros para que sejam explorados pela "burguesia". "Nós fazemos o resgate dos nossos erros na prática", afirmou. A senadora afirmou que faltou ao PT uma "entrada maior" nos movimentos sociais, principalmente nos da juventude.

A senadora é ré no STF (Supremo Tribunal Federal) desde setembro do ano passado, quando os ministros da 2ª Turma aceitaram a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) acusando Gleisi e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, de receberem de forma ilegal R$ 1 milhão para a campanha dela ao Senado em 2010.

Segundo a PGR, o dinheiro teria origem no esquema do chamado Petrolão, investigado pela Operação Lava Jato, e teria sido repassado à campanha com o objetivo de manter no cargo o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, hoje um dos principais delatores do esquema de corrupção na estatal.




UOL.



Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.