Ministro Barroso chamou Joaquim Barbosa de 'negro de 1ª linha' depois pede desculpa por 'frase infeliz'.


O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), se desculpou na quinta-feira por ter chamado o ex-ministro Joaquim Barbosa de “negro de primeira linha”. Barroso havia feito o comentário na quarta-feira, em discurso em homenagem a Barbosa, cujo retrato foi incluído na galeria de ex-presidentes da Corte. Barbosa ouviu com expressão de contrariedade.

Barroso pediu a palavra no início da sessão do STF, que tinha na pauta uma ação sobre cotas para negros na administração federal. Emocionado, o ministro disse que a sua intenção era dizer que Barbosa se tornou “um acadêmico negro de primeira linha” para “celebrar uma pessoa que havia rompido o cerco da subalternidade”, mas foi “infeliz”. “Não há brancos ou negros de primeira linha, porque as pessoas são todas iguais em dignidade e direitos”, disse Barroso. “Eu, portanto, gostaria de pedir desculpas às pessoas a quem possa ter ofendido ou magoado com esta frase infeliz. Gostaria de pedir desculpas, sobretudo, se involuntária e inconscientemente tiver reforçado um estereótipo racista”, disse o ministro. Barbosa, que esteve nesta quinta no TSE, admitiu uma possível candidatura à presidência e disse que conversa com partidos, citando o PSB.




O Dia-Ig


Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.