Grato por sua visita!

Ataques ao Parlamento e mausoléu no Irã deixam ao menos sete mortos



Ao menos sete pessoas foram assassinadas, mais de 30 foram feridas e quatro são feitas reféns por homens armados em dois ataques simultâneos na capital do Irã, Teerã, na manhã desta quarta-feira, 7. Os alvos são o prédio do Parlamento iraniano e o mausoléu do Aiatolá Khomeini, maior símbolo religioso do país. O grupo extremista Estado Islâmico assumiu a autoria dos atentados e afirma que a ação ainda está “em andamento”,  conforme comunicado enviado às agências de notícias internacionais.

O Ministério da Inteligência do Irã confirmou à TV estatal IRIB que os dois atentados foram conduzidos por terroristas e que um terceiro ataque foi evitado pela polícia. Dois seguranças estariam entre os mortos. O governo também pediu à população que evite usar o transporte público.

Pelo menos uma explosão ocorreu em cada um dos edifícios, que teriam sido provocadas por homens-bomba, conforme a mídia local. A agência de notícias iraniana Tasnim também afirma que um dos criminosos foi morto por agentes de segurança, mas ainda não há confirmação oficial.

Um congressita afirmou que três homens, um com uma pistola e outros dois com fuzis AK-47, teriam invadido o Parlamento e aberto fogo. Os reféns são mantidos no segundo andar do prédio. Eles invadiram o local por volta das 10 horas da manhã no horário local (3 horas no horário de Brasília), durante uma sessão parlamentar.

O Estado Islâmico (EI) reivindicou responsabilidade pelos atentados através de nota divulgada pela agência de notícias do grupo, a AMAQ. Esse seria o primeiro ataque do EI, que é comandado por muçulmanos sunitas, contra o governo do Irã, país de maioria xiita.

O aiatolá Ruhollah Khomeini iniciou a Revolução Islâmica em 1979 e é uma das figuras mais famosas do país asiático. Os corpos dele e de familiares estão enterrados no mausoléu, que fica a cerca de 20 quilômetros do Parlamento

Fonte: Estadão

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.