Compartilhar ai vai!

Projeto de Romero prevê auxílio de R$ 500 para famílias que vivem em semáforos


A Prefeitura de Campina Grande encaminhará à Câmara de Campina Grande ainda este mês um Projeto de Lei que prevê a destinação de auxílio financeiro no valor de R$ 500  às famílias em situação de vulnerabilidade social, que vivem como pedintes nos semáforos da cidade. O projeto vai beneficiar 89 famílias monitoradas pela Secretaria Municipal de Ação Social e foi elaborado com auxílio do Ministério Público do Trabalho (MPT).

A ideia, segundo o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), é implantar o projeto até o final deste mês, antes do início dos festejos de São João. Para isso, o gestor vai apresentar o Projeto de Lei aos vereadores até o início da próxima semana, permitindo que eles tirem dúvidas sobre a matéria. “Esse projeto vem sendo construído há muito tempo e por muitas mãos com a ideia de construir a melhor lei possível para atingir o objetivo desejado, que é para atuar entre pessoas que vivem nos semáforos”, disse o gestor.

De acordo com Romero, o projeto vem sendo desenvolvido há cerca de um ano e não tem qualquer motivação eleitoral: “Foi muito estudo e muita reflexão para não ser apenas a cessão de um subsídio, mas que pudesse ter as exigências necessárias para que a gente pudesse ao final oferecer um futuro de mais dignidade a essas crianças e jovens que vivem nos sinais de Campina Grande”, disse o prefeito.

As 89 famílias detectadas pela prefeitura receberam acompanhamento do Conselho Tutelar e terão que seguir regras para receber o auxílio da administração municipal, além, naturalmente, de deixar de pedir nos sinais da cidade. “Associada ao apoio financeiro, as crianças e adolescentes deverão ter frequência escolar, estar ligada a prática de esporte lazer e cultura e receber estímulo à capacitação profissional”, explicou Romero.

Após a implantação do projeto, Romero ressalta que a sociedade também deve fazer o seu papel, para impedir que outras famílias sigam o mesmo caminho. “Depois do programa implantado, atendendo as crianças que foram monitoradas pela prefeitura, esperamos que as pessoas não façam mais doação nos sinais. A sociedade tem um papel nisso também”, cobrou.


Blog do Gordinho




Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.