Grato por sua visita!

Janot e Temer tiveram encontro fora da agenda em 2015, diz jornal


Marcos Correa Brasília - DF 21/10/2016 POLITICA Presidente Michel Temer
durante Solenidade Militar alusiva ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea
 Brasileira - na foto Procurador Geral da Republica…
Um dos pontos mais criticados no encontro do presidente Michel Temer (PMDB) com o empresário Joesley Batista, do grupo JBS, foi o fato de ter sido omitido da agenda oficial e acontecido no Palácio do Jaburu, residência oficial do presidente. A conversa entre os dois – gravada pelo empresário – baseou um pedido de abertura de inquérito pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

A coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, revela nesta segunda-feira que um documento produzido pelo governo aponta a existência de um encontro nos mesmos moldes, fora da agenda e na residência, de Temer, então vice-presidente de Dilma Rousseff (PT), com o procurador-geral Rodrigo Janot. A informação estaria em um documento encaminhado pelo Palácio do Planalto a pedido da PGR, ao lado de outros seis encontros oficiais.

O encontro, realizado em março de 2015,  Janot teria avisado Michel Temer  que encaminharia pedidos de inquérito contra os então presidentes da Câmara e do Senado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL). À coluna, pessoas próximas ao procurador avaliaram que era um procedimento comum avisar Dilma e Temer sobre inquéritos contra os chefes do Congresso Nacional.

Procurada por VEJA, a PGR informou que não conseguiu ter acesso ainda à agenda do procurador Rodrigo Janot em 2015 para se posicionar a respeito da reunião. O Palácio do Planalto ainda não havia se manifestado até a publicação desta nota.


VEJA.com
Guilherme Venaglia

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.