Criador do jogo de suicídio Baleia Azul é preso e diz que fez 'limpeza da sociedade'

Philipp Budeikin, que está aguardando julgamento, confessou ter incitado o suicídio de 16 garotas. Ele recebeu dezenas de cartas de amor de adolescentes na prisão


Um dos criadores do jogo Baleia Azul afirmou que vê suas vítimas como “lixo biológico”. Preso e em julgamento por incitar o suicídio de 16 garotas, o russo Philipp Budeikin, de 21 anos, confessou os crimes e disse à polícia que estava “limpando a sociedade”. O jogo letal Baleia Azul é voltado para adolescentes vulneráveis ao longo de 50 dias. Os jovens devem realizar tarefas como acordar de madrugada, assistir a filmes de terror e praticar automutilação. O último comando do jogo é o suicídio.

Budeikin, um dos mentores das tarefas, têm recebido dezenas de cartas de amor de adolescentes na prisão. De acordo com a lei, as autoridades não podem interceptar as cartas nem impedir que ele responda àquelas que fornecem um endereço.

“Provavelmente, essas jovens que se apaixonaram por ele não estavam recebendo amor e atenção suficientes de seus pais”, disse a psicóloga Veronika Matyushina ao Daily Mail . “Foi assim que nasceu o sentimento romântico”.

Budeikin veio de um cenário familiar parecido com esse. Quando jovem, quase não tinha contato com sua mãe, que ia trabalhar logo cedo e voltava tarde para casa. Na escola, ele também não tinha amigos. Investigadores acreditam que esses fatores o levaram a procurar essa conexão com adolescentes durante a vida adulta.

Em seu depoimento à polícia, Budeikin afirmou que cultivou a ideia por muito tempo antes de criar o jogo. “Começou em 2013, quando eu criei a comunidade online. Eu estava pensando nessa ideia há cinco anos. Era necessário distinguir pessoas normais do lixo biológico”.

“Existem pessoas e existem resíduos biológicos – aqueles que não representam nenhum valor para a sociedade. Que causam ou só vão causar danos à sociedade. Eu estava limpando nossa sociedade dessas pessoas”, disse.



Fonte: Jornal do Tocantins



Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.