Compartilhar ai vai!

A Terceirização de Temer na vida do servidor público efetivo


Depois de muitos protesto e polemica, foi aprovado na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4302/98, que regulamenta a terceirização de forma irrestrita, incluindo o serviço público. A proposta foi sancionada pelo presidente Temer com alguns vetos, mas no todo amplia a terceirização para as chamadas atividades-fim, o que é visto como ameaça aos concursos públicos e aos servidores, que, em caso de greve, também poderão ser substituídos por profissionais terceirizados, prejudicando assim o movimento sindical e a luta dos trabalhadores em defesa dos seus direitos.

Em todo o Brasil a polemica ainda continua, pois muitos servidores públicos questionam sobre a aprovação da Lei dá Terceirização, referente o que pode acontecer com os funcionários públicos do município estado e União. A resposta é, para os que estão na ativa: quase nada, mas ficará difícil a existência de novos concurso público, porque abriu-se uma brecha para prefeitos, governadores e presidente favorecer mais ainda as empresas privadas com terceirização, quando vão ser contratadas por milhões para realizar os serviços.

Nós servidores públicos, que somos concursados, permaneceremos da mesma forma, agora no tocante a arrecadação de contribuição para o Instituto de Previdência Social do Servidor, que no caso de Campina Grande é o IMPSEM, pode gerá no futuro danos nas suas financias, porque se brincar, o concurso público vai "sumir" do mapa, pois em vez de fazer concurso muitos prefeitos vão preferir terceirizar os serviços para fortalecer amigos e suas empresas privadas, privatizando parte da limpeza pública, vigilância, servições na Educação, Saúde dando as empresas a exploração de serviço que hoje são feitos por servidores efetivos e prestadores de serviços, onde vai diminuir os recursos dos Institutos de previdência do Servidor prejudicando no futuro a aposentadoria dos mesmo que poderá partir para a iniciativa privada.

Agora, se acontecer a Reforma da Previdência da forma que Temer quer, nós estamos lascados. Principalmente os servidores que entraram no serviço pública a menos de 15 anos.

A maioria dos servidores públicos já se 'aposentam morrendo', agora vão virá múmia viva trabalhando para dá vida boa aos 'canalhocratas' dos Três Poderes em Brasilia. Os que tem cargos vitalicio, foro privilegiado e aposentadoria especial, sem falar nos gordos salários, gratificações e regalias que o Estado e governo oferece.

Veja no vídeo abaixo o resumo da guilhotina Reforma da Previdência:



Blog do Gari Martins da Cachoeira 



Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.