Ricardo Coutinho: Governador de João Pessoa é puro azar para Campina Grande e região


Por Milton Figuereido 

Se alguém pudesse dizer ao governador de João Pessoa que pudesse evitar visitas a Campina Grande e a região da Borborema, até o final do seu mandato, seria de muito bom grado.

Bastou a comitiva de Ricardo Coutinho passar pelas obras de transposição esta semana que, não deu outra, até uma barragem cedeu. A água que estava quase chegando, vai demorar ainda mais.

Definitivamente, consagrado como uma dos piores governadores da história para a região, o governo de Ricardo Coutinho quando não atrapalha, já ajuda muito.

Basta comparar os investimentos estruturantes de João Pessoa e região, com relação às outras áreas do estado, para se constatar facilmente que para o povo da Borborema a gestão foi pífia.

Ricardo Coutinho, que passou todo o ano de 2016 sem se preocupar com a transposição, dizendo inclusive a Dilma Rousseff, que não tinha nada a pedir e somente a agradecer, durante uma visita da ex-presidente, agora vai passear com sua comitiva para fazer política e politicagem no canteiro das obras.

Aproveito a oportunidade e deixo aqui uma mensagem do povo da Região da Borborema para o governador de João Pessoa: Não deixe abandonado o Hospital de Traumas Dom Luiz Gonzaga Fernandes, que foi construído por Cássio e todo equipado por Zé Maranhão, cortando todo o orçamento, onde faltam os insumos mas básicos, como gaze e soro fisiológico, bem como não permita a brincadeira de mudar comandante da Polícia Militar de forma aleatória, podendo desmoralizar a tropa e desmotivar os oficiais.

Verdadeiramente, se Ricardo não atrapalhasse Campina Grande e região, já ajudaria muito.



Opinião - Jornalista Milton Figuereido 







Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.