PM determina que viatura deixe de circular após atingir limite de combustível no Espírito Santo

O secretário de Segurança Pública do Estado, André Garcia, afirma que o corte é necessário e que não há necessidade para a população se preocupar

TV Vitória
Redação Folha Vitória


Um documento, obtido com exclusividade pela TV Vitória/Rede Record, mostra uma determinação da Polícia Militar para que uma viatura da radiopatrulha pare de circular. Isso porque o veículo já teria atingido o limite de gastos com combustível este mês. O documento é resultado do corte de gastos feito pelo Governo do Estado na área da Segurança Pública. 

O secretário de Segurança Pública do Estado, André Garcia, afirma que o corte é necessário. “Nós não estamos reduzindo o número de viaturas nas ruas, não estamos diminuindo a oferta de policiamento em função disso. Agora, é fato que nós estamos realizando medidas para adequar a despesa com combustível para o nosso novo orçamento”, afirmou.

Além da gasolina, a ameaça de corte de gastos chega também aos atendentes do Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes). Cerca de 60 funcionários podem ser demitidos. “Serão 60 pessoas que vão perder os seus empregos. Sessenta chefes de família que vão ficar na rua por causa de redução de gastos. E nós sabemos que a segurança pública é extremamente importante para a população”, disse Nilson Hoffman, do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações. 


O documento foi divulgado com exclusividade pela TV Vitória 
Foto: TV Vitória

O ex-funcionário do Ciodes, que preferiu não ser identificado, conta que a sobrecarga pode ser grande. “Os nossos colegas atendentes vão ter dificuldades, porque limitando o número de pessoas automaticamente aumenta o número de ligações para cada um. Esse número pode afetar diretamente o atendimento”, destacou.



 






Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.