Goleiro Bruno solto, Edinho filho de Pelé Solto, policiais militares do Espirito Santo presos por lutar por salário digno


Policiais estão presos por promoverem paralisação no estado



Bruno acusado de mandar matar a ex-amante Eliza Samúdio, foi condenado a 22 anos e três meses de prisão. Ele estava preso desde 2010, mas na sexta-feira (24) foi solto graças a uma liminar do ministro Marco Aurélio de Mello do Supremo Tribunal Federal.

Condenado apenas na primeira instância, ele recorre da sentença desde 2013. Como o recurso ainda não foi julgado, a prisão continua sendo preventiva. O Supremo entendeu que ele passou tempo demais na cadeia para uma prisão preventiva, por isso, ganhou o direito de aguardar o julgamento do recurso em liberdade.

Edinho, filho de Pelé, envolvido em tráfico de drogas

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Antonio Saldanha suspendeu nesta quarta-feira (1º) a prisão do ex-goleiro do Santos Edson Cholbi do Nascimento, filho de Pelé.

Com a decisão, Edinho deverá aguardar em liberdade o julgamento definitivo do habeas corpus pelo próprio Superior Tribunal de Justiça.

A decisão do ministro suspende a determinação do Tribunal de Justiça de São Paulo que, no último dia 23, mandou prender o ex-atleta.

Policiais presos por “incitar greve”

O soldado da Polícia Miliar Maxson Luiz da Conceição, que estava foragido, se apresentou no Quartel do Comando Geral (QCG), na tarde desta quarta-feira (1), e está no presídio da corporação. Todos os quatro denunciados por articularem a paralisação dos PMs no Espírito Santo estão presos.

Os presos são o tenente-coronel Carlos Alberto Foresti; o ex-deputado federal e militar da reserva Lucinio Castelo de Assumção, mais conhecido como Capitão Assumção; o sargento Aurélio Robson Fonseca da Silva, mais conhecido como Sargento Robson; e o soldado Maxson Luiz da Conceição.

O Brasil perdeu completamente a noção de valores, direitos e deveres. A promoção ao crime é feita de forma gratuita sem que exista uma forma de estancar o avanço da criminalidade sobre a sociedade.

Os direitos constitucionais foram solapados e não há nenhuma segurança ao cidadão.




por Equipe Juntos pelo Brasil



Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.