Caso de morte no Habib's: Vídeo mostra gerente e supervisor arrastando jovem que morreu em frente a lanchonete


João Victor foi arrastado por funcionários do Habib's antes de morrer, no domingo (26). Fast-food disse que os funcionários da rede que aparecem nas imagens foram afastados



Imagens de uma câmera de segurança mostram o adolescente João Victor Souza de Carvalho, 13 anos, sendo arrastado por funcionários da loja de fast-food Habib’s da Vila Nova Cachoerinha, na zona norte de São Paulo, pouco volta das 18h de domingo (26) (veja o vídeo acima). De acordo com a Guia de Encaminhamento de Cadáver, o jovem morreu depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória.

João Victor aparece nas imagens às 17h58, quando pega um pedaço de madeira (do lado direito superior do vídeo) e volta para a direção em que vinha. Depois de 35 segundos, um homem se aproxima do jovem e eles começam a conversar.

Durante o que parece ser um diálogo entre os dois, João Victor se move do um lado para o outro inquieto. Às 17h59, o jovem solta o pedaço de madeira que segurava. Cerca de 40 segundos depois, o homem volta e some das imagens e o jovem pega novamente os pedaços de madeira. O jovem some das imagens 48 segundos depois.

Jovem havia sofrido ameaças de seguranças de lanchonete, diz pai em depoimento à polícia

Às 18h04 João Victor aparece novamente na filmagem (na parte superior) atravessando a avenida correndo, seguido por dois homens. Depois de 1 minuto e 2 segundos o jovem já aparece, com a bermuda abaixada, sendo arrastado pelos braços pelos funcionários do Habib’s. Deitado na calçada, João Victor ainda mexe os braços antes do fim da gravação.

Os homens que aparecem nas imagens foram identificados pela polícias como o supervisor Guilherme Francisco do Santos e o gerente Alexandro José da Silva. A assessoria de imprensa do Habib’s informou que “decidiu afastar os colaboradores envolvidos até que tudo seja elucidado”.

A prima do menino disse que ele costumava frequentar o local, que era conhecido no bairro, e sempre levava alguma comida para casa. Testemunhas disseram nas redes sociais que o segurança colocou o garoto na calçada e desferiu um soco no rosto. O menino morreu na hora, apesar de algumas pessoas que estavam no local tentarem reanimá-lo. Uma advogada que passava pelo local relatou o que viu no facebook: “Ontem no Habib’s da Vila Nova Cachoeirinha o segurança foi expulsar uma criança (garoto) de 13 anos que pedia esfirra (...) e deu um soco no rosto, a criança morreu na hora".

O pai do garoto recebeu a notícia de que o filho tinha sido espancado por seguranças e foi até o hospital. Ao chegar, recebeu a notícia de que o menino já estava morto. A família fez um protesto em frente ao local, na manhã de ontem (27). O restaurante ainda não se pronunciou sobre o caso.


O caso está sendo investigado pelo 28º (Distrito Policial), da Freguesia do Ó.


Garoto morto por seguranças do Habibs por RedeRecordTV


*Com colaboração de Kaique Dalapola, estagiário do R7, Leia Já

Nenhum comentário

Aviso: Os comentários serão moderados...

Tecnologia do Blogger.