25 de junho de 2017

Governo de Pernambuco confirma volta do Recifolia em 2018


Anúncio foi feito pelo secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras


O Recifolia vai voltar ao calendário pernambucano em 2018. O secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras fez o anúncio durante coletiva de imprensa, na segunda-feira (12), sobre as atividades da Arena Pernambuco. A micareta será estruturada nos arredores do estádio construído para a Copa do Mundo, nos mesmos moldes de outros carnavais fora de época realizados no Nordeste como Carnatal, no Rio Grande do Norte, e Fortal, no Ceará. A previsão é que a retomada seja realizada no primeiro semestre do próximo ano.

Confira o roteiro de shows no Divirta-se

De acordo com o secretário, o evento será organizado por vários produtores da cidade, mas ainda não há informações de quem cuidará da programação. Carreras também adiantou que há um show internacional previsto para ser realizado na Arena, ainda este ano, entre os meses de novembro e dezembro.

Em outubro do ano passado, Almir Rouche e outros artistas participaram de uma polêmica campanha pela volta da festa. Uma foto divulgada nas redes sociais reunia várias atrações que já tocaram na micareta, antes realizada na Avenida Boa Viagem, e outros "possíveis" convidado, como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Wesley Safadão, Joelma, Bell Marques, Musa, Saulo e o próprio Almir.

O Recifolia foi realizado entre 1993 e 2003, durante quatro dias. Ao longo dos dez anos, o evento contou com atrações como Netinho, e o Bloco Maluco Beleza, Asa de Águia e participações da banda Chiclete com Banana e Ricardo Chaves. O jingle da micareta ficou conhecido na voz de Almir Rouche: "Recife é festa. Recifolia, você faz parte da minha alegria. Recife é festa. Recifolia, esse teu jeito é que me contagia".





Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco




O lixo-social no Facebook



O Facebook pergunta:
"No que você está pensando?"
Com poucas palavras respondo;
Não é da conta de ninguém.

Só que neste 'imenso além'
Chamado de mundo virtual,
Reina a hipocrisia, domina a fantasia,
O bem vale menos que o mal.

Onde o profano diz que é santo,
O justo perde sua vez,
É tratado pelos insanos,
Como a semente do mal.

Vejo muita demagogia
Quando morre um ser do mau,
Quando vivo, era um maligno,
A verdadeira semente do mal.

Mas muita gente comenta;
"Que Deus coloque em bom lugar!"
Um discurso simplório,
Como se o céu fosse depósito
Desse lixo-social...

Vejo "demônio-humanos",
Só falando o que lhes convém,
Com falsa religiosidade,
Escondendo a maldade,
Falando o nome de Deus
E os tolos dizendo: "Amém!"

Se toda gente ruim quando morre
Sua alma vai direto pro céu,
Prefiro ir pro inferno e não para esse quartel,
Dos soldados da maldade,
Quando vivo sua qualidade
Era amargar feito o féu!



Autor: Martins da Cachoeira



Vagas para preparador de cadáveres têm mais concorrência que outros 11 cargos em concurso de Apucarana


Provas do concurso público da Prefeitura de Apucarana ocorrem neste domingo (25); são mais de oito mil candidatos.


As provas do concurso público da Prefeitura de Apucarana ocorrem neste domingo (25) e, entre as 13 áreas de atuação oferecidas, o cargo de preparador de cadáveres é o segundo mais concorrido.

Dos 8.318 candidatos que farão a prova, 1.152 pessoas se candidataram para disputar duas vagas oferecidas para a função, com salários de R$2,5 mil. O cargo mais concorrido é o de assistente administrativo, com três vagas e 1.960 candidatos.

No total, são 34 vagas ofertadas para profissionais de nível superior, fundamental, médio e técnico.
Neste domingo, o concurso vai ser das 8h às 12h e das 14h às 18h. O edital com a relação dos candidatos que tiveram a inscrição deferida está disponível no site da prefeitura. Os inscritos devem acessar o site da empresa responsável pelo concurso para imprimir o cartão de informação, com as orientações sobre seu local de prova e horário.





Por G1 PR

Filantrópica Marília Mendonça humilha Elba Ramalho




A cantora Marília Mendonça rebaixou a Srª cantora Elba Ramalho no show de ontem a noite no Parque do Povo, em Campina Grande/PB fazendo uma doação em dinheiro para uma entidade filantrópica na cidade.
A 'briga midiática' começou no inicio do período junino, as duas trocaram farpas pela imprensa após Elba dizer que Marília e os sertanejos estariam tomando espaço de artistas locais em festas de São João na Paraíba e outros estados do Nordeste.
Esse receio, contudo, passa longe de ser inédito. Aconteceu a mesma coisa quando o forró eletrônico começou a ganhar destaque e espaço nas festas juninas no fim dos anos 90. E no início dos anos 2000, a mesma reclamação foi repetida, mas dessa vez tendo como alvo o forró universitário, com bandas prioritariamente paulistas. Pouco tem a ver com preservar identidade e raízes.
O surpreendente, nesse caso, é Elba Ramalho, com tantas décadas de carreira, ainda se espantar com as mudanças no mercado e querer combater a renovação da música consumida no País. Como se o povão dependesse de conselhos paternalistas de especialistas sobre o que pode ou não ouvir.
Sertanejo e forró, hoje, formam na prática um mercado comum e até mesmo um som muito semelhante. Até ouvidos treinados mal conseguem discernir um do outro na atualidade. Não é à toa, que artistas como Wesley Safadão, Simone e Simaria e Aviões, que começaram como forrozeiros, hoje transitam bem nos festivais sertanejos e até já são considerados como artistas desse movimento.

E existe outro ponto desse discurso que supostamente defende a cultura nordestina que não faz sentido. Elba Ramalho, Alcymar Monteiro e outros representantes do forró insistem em dizer que as Festas Juninas têm um dono, que seria Luiz Gonzaga. E por isso, haveria obrigação do forró predominar.
Basicamente, o erro aí é não levar em conta que qualquer manifestação popular tem outros donos. Como o povo. E o povo hoje consome Marília Mendonça. E não Luiz Gonzaga. Não é bom e nem ruim. É apenas 2017. Ninguém quer ouvir Asa Branca para a eternidade.
Além do público, vale dizer, apesar de óbvio, que o poder público e a iniciativa privada estão por trás do financiamento desses eventos e têm interesse em transformá-los em referência para o turismo cultural e mercado publicitário.
Sendo assim, a rivalidade entre Caruaru e Campina Grande, que disputam não só o título de maior São João da Nordeste, mas do Brasil, foi ignorada na maioria dos discursos. As festas são muito importantes para a economia local. Em Campina Grande, onde Marília tocou, o evento movimentará este ano R$ 250 milhões (quase 4% do PIB municipal).
Além de impulsionar o turismo e o consumo durante um mês inteiro, gerou interesse do setor hoteleiro, que construiu dois novos hotéis na cidade para receber um público que cresce anualmente. Em Caruaru, 2,5 milhões de pessoas são atraídas ao município de 351 mil habitantes. Ao todo, são gerados 6 mil empregos diretos e indiretos na cidade. Em um momento de crise e taxa de desemprego que chega aos 15%, não é um dado que deve ser desprezado.
Não é à toa que os artistas mais populares da atualidade são contratados. Faz parte do negócio ser atraente. Mas representantes da cultura local não deveriam se incomodar tanto. Ao contrário do que vem sendo publicado por aí, ela não foi desprezada. A preservação da identidade resiste. Em Caruaru, das 400 atrações, 75% são locais. Já em Campina Grande, cada dia é liderado por grandes nomes da música pop nacional, mas garante espaço para várias atrações de forró quase na mesma proporção de CG.
Assim como festas de peão, eventos agropecuários, festas de Carnaval e festivais de pop rock, o headliner sempre será mais importante e a principal aposta para lotar as arenas, independente do estilo. Anitta toca em Salvador. Ivete no Rock In Rio. Mariah Carey em Barretos. Mas isso não exclui o espaço das bandas mais vanguardistas, tradicionais e inovadoras. Elas podem não ser protagonistas, mas não deixam de ser importantes para a pluralidade típica de um evento desse porte no Brasil.
Após a polemica entre Elba e Marília, venho a vez do Sr. cantor, Alcymar Monteiro, que criticou o a mistura do brega com o sertanejo, que batizou essa modalidade musical de "breganejo" no Maior São do Mundo e chamou indiretamente Marília de "galinha", que de forma machista disse que 'só quem canta no nordeste é galo'.
Mas Marília, ficou calada, respondeu com ações humanitária, mostrando seu lado filantrópico, coisa que muitos dos chamados 'cantores da terra' não mostram que tem.
Ela fez uma doação de R$ 100 mil para o Instituto São Vicente de Paulo e disse que vai se tornar madrinha (contribuinte) daquela entidade que acolhe muitos idosos, de Campina e região.

Além de calar os antes citados, ela desmoralizou o padre Fábio de Melo, que só veio aqui buscar dinheiro e não deu uma afiada esmola de R$ 2,00 a um mendigo, mas ela, fez questão de ajudar quem ajuda os nossos idosos abandonados no fim da vida.
Sei que se trata de jogo de marketing promocional, tanto da Elba que criticou o 'breganejo' no Maior São do Mundo, gerando uma polemica nacional e midiática, que eleva de forna gratuita o nome de Campina Grande e sua festa junina, como também vejo a doação como resposta de Marília Mendonça, em fazer sua doação no show, em pleno Parque do Povo, na presença de uma imensa multidão, visando apenas a promoção pessoal.
Mas espero que todos os cantores, tanto os da terra como os de outro planeta, que seguam o exemplo da 'cantora breganeja', que não canta forró pé de serra, mas tem uma navalha bem afiada para cortar discurso tolo.






Blog do Gari Martins da Cachoeira Com informações de Helder Maldonado




24 de junho de 2017

Fábio Assunção paga fiança e é liberado após confusão em Arcoverde


O ator pagou fiança, de valor ainda não revelado, após decisão do juiz Thiago Pacheco


Após uma audiência de custódia no Fórum Clóvis de Carvalho, em Arcoverde, no Sertão do Estado, encerrada no final da tarde deste sábado (24), o ator Fábio Assunção foi liberado pela Polícia. Ele pagou fiança, de valor ainda não revelado, após decisão do juiz Thiago Pacheco. Ele responderá em liberdade pelos crimes de desobediência, desacato à autoridade, resistência à prisão e dano qualificado ao patrimônio público, por depredar uma viatura da PM.

Segundo o magistrado, uma nota da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) dará os detalhes da audiência.

Procurada pela reportagem do Jornal do Commercio, Pally Siqueira, namorada de Fábio Assunção, não quis falar sobre o assunto e informou que a assessoria do ator vai emitir uma nota oficial sobre o ocorrido.

Entenda o caso

Na manhã deste sábado, por volta das 6h, Fábio Assunção foi encaminhado à delegacia da cidade de Arcoverde após duas jovens acionarem a PM. Elas afirmaram que estavam sendo ameaçadas pelo ator, que se recusou a ser levado pelos policiais. Horas depois, ele prestou esclarecimentos à delegada Cristina Gomes e foi submetido a um exame de corpo de delito.

Vídeos que viralizaram pelas redes sociais mostram a prisão do ator. Outra gravação mostra o ator no chão e vários moradores em volta dele. Num segundo momento, ele levanta e começa a discutir com um rapaz...

Confira:





JC Online



Psicologia da corrupção. Corruptos têm ego inflado e percepção distorcida da realidade


Por Dr. Sivan Mauer 
  

O Brasil nos últimos anos vem expondo um grande problema que sempre existiu no âmago de sua sociedade: a corrupção. O conceito de corrupção está embasado no uso do poder, seja público ou privado, para se ter algum tipo de benefício ou ganho para si. Corrupção é um problema complexo e multifatorial, que inclui questões culturais, morais e religiosas dos indivíduos que participam do processo, seja de forma passiva ou ativa.

Nas ultimas décadas a ciência tenta entender quais questões psicopatológicas são mais prevalentes nestes casos. A corrupção está incluída entre os intitulados “crimes do colarinho branco” designação estabelecida pelo criminalista norte americano Edwin Sutherland, e na maioria das vezes é cometida por uma pessoa que exerce um cargo de alta respeitabilidade e status social elevado no curso de sua ocupação profissional. Diferente do que muitos pensam, os crimes do colarinho branco não são algo exclusivo do Brasil, e os últimos escândalos não nos colocam como o país mais corrupto do mundo. Basta revisitarmos alguns dos últimos escândalos financeiros que abalaram a economia global, como o da Enron Corporation, que era uma das maiores companhias de energia norte americana, que levou seus acionistas e investidores a um prejuízo de mais de 70 bilhões de dólares, sem falar das fraudes do banco Lehman Brothers que afundou o mundo todo na pior crise financeira ocorrida depois da quebra da bolsa de valores de 1929.

Os muitos modos da corrupção

Além disto, é importante ressaltar que a corrupção ou os crimes do colarinho branco não estão restritos apenas aos políticos ou aos CEOs de multinacionais, de empreiteiras ou do setor agropecuário. Muitas vezes banalizamos atos de corrupção no dia a dia, como suborno de agentes de trânsito ou outros tipos de fiscalizações.  No meio médico isso não é diferente. A corrupção acontece de diversas maneiras, como no pagamento de propina a profissionais por empresas de órteses e próteses, óticas que pagam oftalmologistas para indicá-los, sem falar na relação com a indústria farmacêutica, que oferece vantagens aos médicos em troca de prescrições. Acompanhamos diversos casos noticiados pela imprensa em relação a médicos que cobraram honorários por procedimentos feitos dentro do sistema único de saúde (SUS). Um fato de extrema importância é de que muitos médicos não prescrevem medicações usando como base pesquisas científicas e sim quais são os mais populares entre os colegas, ou os mais divulgados pelos representantes farmacêuticos. Um exemplo disto é a diminuição da prescrição de carbonato de lítio para pacientes com transtorno afetivo bipolar nos EUA, além das novas gerações de psiquiatras que infelizmente não sabem como prescrevê-lo, mesmo com todas as evidências de que esta medicação é a mais eficiente em relação a prevenção de novas crises da doença, e a única droga que comprovadamente previne o suicídio.

Do ponto de vista sociológico a corrupção não é delimitada por decisões específicas, mas por um processo que envolve uma combinação de fatores como atitudes, planejamento deliberativo, antecedentes históricos, mobilidade social e afiliação a grupos. A qualidade da burocracia, questões salariais, sistema penal, e transparências das leis também estão relacionadas como fatores de causa da corrupção. Alguns sociólogos destacam também a desigualdade social e a grande distância entre as classes como um fator relevante. É importante entender a complexidade social que envolve a corrupção e os crimes relacionados.

A patologia da corrupção

Do ponto de vista psiquiátrico, será possível identificar características comuns nos indivíduos que praticam este tipo de crime? Para tentar entender esta questão dois conceitos psicopatológicos devem ser entendidos: o temperamento afetivo e a relação dele com o insight (julgamento). Temperamento afetivo é um conceito antigo descrito desde a Grécia Antiga e posteriormente sistematizado por dois importantes psiquiatras alemães, Emil Kraepelin e Ernst Kretschmer. Primeiramente, Kraepelin apresenta conceitos como temperamentos maníacos e depressivos que levaram Kretschmer a desenvolver conceitos como hipertimia e distimia respectivamente. A questão mais importante do conceito de temperamento é a noção de que sintomas maníacos e depressivos podem ser crônicos e leves, presentes e ativos o tempo todo, fazendo parte da personalidade do indivíduo e não apenas como episódios com sintomas severos. Posto isto, temperamentos podem ser definidos como versões leves de estados de humor, incluindo alterações no nível de energia, alteração no padrão de sono, e comportamentos (como sexual, social ou relacionado ao trabalho). Existem três temperamentos básicos:

Hipertimia, que envolve sintomas leves de mania como: aumento da energia, necessidade diminuída de sono, libido aumentada, sociabilidade, extroversão, e bom senso de humor. Esses indivíduos muitas vezes são conhecidos como workaholics, e são mais dispostos a correr mais riscos.

“Corrupção gera pobreza”

Distimia, que envolve sintomas depressivos leves como: baixa energia, maior necessidade de sono, diminuição de libido, socialmente ansiosos, introvertidos, menos produtivos no trabalho. Estas pessoas tem uma tendência a evitar comportamentos de riscos e são mais ligadas às próprias rotinas.

Ciclotimia, que envolve constantes alternâncias entre sintomas leves de depressão e mania, como altos e baixos no humor e nos níveis de atividade. Normalmente extrovertidos e de boa sociabilização, são pessoas que às vezes têm comportamentos de risco, e são imprevisíveis.

O conceito de temperamento foi perdido no século 20, com a ascensão da psicanálise. Desde então, os termos personalidade e temperamento têm sido usados quase como sinônimos. Porém, personalidade era vista como um conceito psicológico, e não biológico, e era relacionado ao desenvolvimento emocional. Com a “redescoberta” dos temperamentos afetivos, diagnósticos de transtornos de personalidade como narcisista, antissocial e borderline podem ter uma nova abordagem.

Corruptos têm visão distorcida da realidade

Insight, ou julgamento em português, é um conceito complexo, que não está apenas relacionado a como o paciente entende a própria doença, mas também a como ele interage com o mundo. Geralmente o insight está preservado na depressão e prejudicado na mania. Metade dos pacientes com mania grave e a maioria dos pacientes com hipomania negam os próprios sintomas. Infelizmente existem poucas pesquisas relacionando a falta de insight a crimes, principalmente os crimes financeiros. Podemos entender que indivíduos hipertímicos e ciclotímicos têm uma tendência a ter o insight prejudicado, enquanto distímicos o mantêm preservado. Muitas vezes, pessoas com o insight prejudicado não conseguem enxergar as consequências dos próprios atos de maneira realística.

Os estudos que relacionam questões psicopatológicas a crimes do colarinho branco também são escassos. Os que existem relacionam traços de personalidade por meio do uso do Inventário de Personalidade NEO (NEO-PI). Esta escala avalia os três principais traços da personalidade: neuroticismo, extroversão e abertura para novas experiências. Um estudo na Hungria relacionou estes traços de personalidade aos três principais tipos de temperamento. Este estudo concluiu que extroversão está mais relacionada à hipertimia, e a ciclotimia está mais relacionada à abertura para novas experiências e neuroticismo. Já distimia está mais relacionada a neuroticismo. O principal transtorno de personalidade que se relaciona à corrupção e aos crimes do colarinho branco é o transtorno de personalidade narcisista. Um grande problema com relação a este diagnóstico é a falta de validade, tendo a maioria dos seus sintomas sobrepostos com transtornos de humor e ou temperamentos afetivos. Esta falta de validade ficou bem evidente com a recomendação da retirada deste diagnóstico do DSM-5 pela força-tarefa que trabalhou com diagnósticos de personalidade, mas esta recomendação não foi aceita pelo board da American Psychiatric Association (APA).

Autoimagem inflada

Uma revisão sistemática mostrou que pessoas que cometem crimes econômicos têm uma autoimagem inflada. Um estudo de 2003 entrevistou 128 empresários suecos, dentre os quais 55 já haviam cometido algum tipo de crime econômico. Neste estudo os entrevistados responderam a 87 questões. Como resultado obtido a maioria se descreveu como extrovertido e neurótico. Um estudo de caso-controle de 2006 comparou acusados de crimes do colarinho branco com acusados de furtos não violentos, apontando que os acusados de crimes econômicos têm menos risco de abuso de substâncias e transtornos depressivos do que os acusados de outros crimes.

Outros estudos demonstram também que acusados de crimes econômicos são mais hedonistas, impulsivos e sociáveis. Se associarmos os resultados destes estudos à questão do insight e aos conceitos de temperamentos – que, do ponto de vista diagnóstico, têm mais validade que a maioria dos transtornos de personalidade –, podemos concluir que pessoas com temperamentos hipertímicos e ciclotímicos teriam mais risco de se envolver em crimes econômicos. Os estudos revelam que grande parte dos indivíduos que estão envolvidos neste tipo de crime são do sexo masculino. Porém, deve-se levar em consideração a grande discrepância entre homens e mulheres que exercem cargos de liderança no mundo dos negócios e na política.  Um estudo entre 2000 líderes das mais importantes empresas mundiais encontrou apenas 1,2% de mulheres entre eles. No Brasil as mulheres representam apenas 9% dos assentos da Câmara e 13% do Senado.

Questões psiquiátricas relacionadas a este tipo de crime específico são pouco estudadas. A relação entre os diferentes temperamentos e as questões legais podem abrir uma nova via de entendimento das causas e fatores de risco para este tipo de evento. Novos estudos são necessários para se entender melhor essa relação, porém a dificuldade de se conseguir uma amostra ideal para isto e um grande obstáculo. É importante entendermos a complexidade deste assunto em vários sentidos, sejam eles sociais ou psiquiátricos. O mais importante é evitarmos a generalização de grupos específicos, sejam eles partidários ou profissionais.




 Fonte: Portugues Medscape




Senado 'debocha' da sociedade ao arquivar cassação de Aécio, diz presidente da OAB



Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, disse que a decisão do senador João Alberto (PMDB-MA) de arquivar o pedido de cassação do senador afastado Aécio NEves (PSDB-MG) representa um "deboche da sociedade"; "A lamentável decisão do senador João Alberto, presidente do Conselho, frustra as expectativas de que o Congresso se paute pelos valores da transparência e da legalidade.

O arquivamento também lança dúvidas e especulações sobre eventuais acordos que possam estar sendo feitos nas sombras", disse Lamachia.





Brasil 247

Deslizamento soterra centenas na China.



Um deslizamento de terra ocorrido neste sábado (24), na província de Sichuan, no sudoeste da China, provocou o desabamento de dezenas de casas e deixou 141 de pessoas soterradas, de acordo com informações da agência estatal "Xinhua".

As autoridades do condado de Maoxian comunicaram que o fato aconteceu depois que a parte alta de uma montanha caiu sobre a aldeia de Xinmo, por volta das 6h (hora local).

Pelo menos 46 casas ficaram soterradas enquanto que dois quilômetros do curso de um rio e 1.600 metros de uma estrada ficaram interditados pelas rochas.

De acordo com o porta-voz do governo de Sichuan, Tang Limin, uma equipe de resgate com mais de 300 pessoas seguiu para o local com retroescavadeiras.

Imagens divulgadas pela televisão oficial "CCTV" mostram diversos soldados levantando pesadas pedras e a várias retroescavadeiras trabalhando na região onde estavam as pessoas que ficaram soterradas.

Segundo informações da "Rádio Nacional da China", as equipes de resgate detectaram sinais de vida, incluindo a voz de uma mulher.

Nesta época do ano, são frequentes as chuvas torrenciais na China e é comum que aconteçam inundações, deslizamentos e outras catástrofes provocadas pelos fenômenos climáticos.


G1

Baixaria: Durante confusão em restaurante, deputado diz que vai comer aquilo que a mãe de Zé Lezim botou a mão e o proctologista enfiou o dedo


Zé Lezim diz que Tião Gomes ameaçou comer ‘aquilo que ele tem muito zelo’ durante confusão em restaurante

O humorista Nailon Barreto disse em áudio que a confusão com o deputado estadual Tião Gomes se deu depois de uma piada mal interpretada. Segundo o Zé Lezim, ele brincou com várias pessoas presentes na mesa do parlamentar no restaurante em questão. Mas ao dizer que não ia se sentar por ter muito “bandido”, Tião levou a piada a sério.

A partir daí os dois se estranharam e a briga se intensificou. Tião Gomes prestou queixa contra o humorista. Mas Nailon se diz tranquilo: “Nem do satanás eu tenho medo”. E ainda minimiza a questão, dizendo que ele é réu primário e isso lhe confere certos direitos.

O que o humorista acrescentou, é que em determinado momento, Tião Gomes o ameaçou e disse que iria “comer aquilo que tem maior zelo”. Isto é, segundo Lezim, Tião disse que ia comer aquilo que a sua mãe botou a mão e o proctologista enfiou o dedo.



Fonte: Polêmica Paraíba

Juíza decreta prisão dos três suspeitos de matar homem no Parque do Povo, em Campina Grande




A Justiça da Paraíba determinou a prisão preventiva dos três homens que foram presos suspeitos de envolvimento na morte do vendedor Davison Oliveira Barbosa, 30 anos, ocorrida no Parque do Povo, em Campina Grande. As prisões foram determinadas pela juíza Ana Carmem Pereira Jordão, durante uma audiência de custódia realizada na tarde desta quinta-feira (22), com base no inquérito instaurado pela Polícia Civil.

Os três homens de 19, 21 e 27 anos foram encaminhados para o presídio Raymundo Asfora, também em Campina Grande. Entre os três, o primeiro foi o jovem de 27 anos preso na cidade de Bayeux, no Litoral paraibano. Já os outros dois foram presos em Campina Grande na quarta-feira (21).

De acordo com a investigação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil, a prisão dos três suspeitos ocorreu depois que um amigo da Davison, que estava com ele no momento do crime, fez um reconhecimento através das imagens gravadas pelas câmeras de segurança no Parque do Povo. Segundo a Polícia Civil, a as câmeras não flagraram, o momento do crime, apenas a movimentação dos suspeitos ao lado do banheiro, próximo ao local do crime.

Conforme o delegado re roubos e furtos Cristiano Santana, os três homens que foram presos também assistiram ao vídeo e assumiram que são eles que aparecem nas imagens, mas negam a participação. “Eles confirmam que se veem, mas dizem que não têm envolvimento. Por isso vamos continuar a investigação para juntar mais elementos de prova”, disse Cristiano Santana.

Entenda o caso

Davison Oliveira Barbosa foi assassinado com uma facada no pescoço dentro do Parque do Povo no domingo (18), durante o show do Cantor Wesley Safadão, em Campina Grande. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a vítima estava saindo dos banheiros que ficam atrás da pirâmide do Parque do Povo, junto com um amigo quando foi abordado por quatro suspeitos que anunciaram um assalto.

A vítima e o amigo dele informaram que não tinham nenhum objeto de valor para ser levado e caminharam em direção ao local onde estavam acompanhando a festa. Neste momento, um dos suspeitos disse algumas palavras e quando o homem virou em direção a ele foi surpreendido com um golpe de faca no pescoço.

Marilia Mendonça é a principal atração deste sábado no Parque do Povo



Cantando pela primeira vez no evento, Marilia Mendonça deve confirmar, em termos de público neste sábado, 24, o sucesso inquestionável que faz em todo o País, quando subir ao Palco Principal do Parque do Povo, como uma das atrações do vigésimo terceiro dia do maior São João do Mundo.

O anunciou feito pelo prefeito Romero Rodrigues no Parque do Povo, no ainda início do evento, de que a cantora goiana seria uma das atrações do Dia de São João, já projetava a dimensão do que seria o seu show no dia de hoje: a multidão aplaudiu o prefeito calorosamente pela escolha.

Marilia Mendonça é um talento precoce. Nascida em Cristianópolis, no  Goiás, tem apenas 21 anos. Teve o seu primeiro contato com a música na igreja, tendo iniciado suas composições por volta dos 12 anos de idade.

A primeira composição da artista que se tem notícia é da canção “Minha Herança”, a qual foi gravada pela dupla sertaneja João Neto & Frederico dois anos após, em 2009. Mesmo sendo menor de idade, Marília investiu na composição de outras canções do gênero, tendo neste período sido a autora de “É com Ela que Eu Estou”, de Cristiano Araújo”, e de “Cuida Bem Dela” e “Até Você Voltar”, de Henrique & Juliano

Em pouco mais de um ano, Marília Mendonça assumiu a linha de frente de uma nova geração de artistas sertanejos que emerge pelo Brasil. O sucesso meteórico do seu primeiro trabalho, “Ao Vivo” (2016), motivou a cantora a lançar em sequência seu novo projeto, “Realidade”.   O repertório de 18 faixas apresenta sucessos como “Saudade do meu Ex” além de diversas faixas inéditas. Finalmente, a dupla Henrique & Juliano participa do álbum na faixa “Mudou a Estação

Ultimamente vinha também se  apresentando  na turnê “Festa das patroas”, com a dupla Maraia e Maraísa, que é do mesmo escritório, percorrem várias cidades do país.

A sua música, “Infiel”,  tornou-se a quinta música mais executada nas rádios do Brasil naquele ano, além de atualmente ser a segunda canção brasileira com mais visualizações no YouTube, atrás apenas de “Ai, Se Eu Te Pego”, de Michel Teló.

Pode se dizer que Marilia tem talento, mas também conta com a ajuda das  novas tecnologias da informação que têm na Internet, sua plataforma de apoio rápida e eficaz.

O reportório que irá desfilar na noite deste sábado no Parque do Povo ainda não é conhecido, mas mesmo em meio à polêmica que travou na quebra-de-braço sertanejo-forrozeiro, autêntica, dificilmente ela abrirá mão de seus hits, como Infiel, Alô Porteiro, Sentimento Louco, Traição Não Tem perdão, dentre outras “sofrências” que pavimentam uma identificação incomum com seu público, que deve comparecer maciçamente neste sábado ao Parque do Povo.


Senador arquiva pedido de cassação de Aécio Neves




O presidente do Conselho de Ética do Senado,  senador João Alberto Souza (PMDB-MA), decidiu arquivar o pedido de cassação contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) por quebra de decoro parlamentar. O pedido foi apresentado pelos partidos oposicionistas Rede e PSOL, depois que Aécio foi citado nas delações premiadas de executivos do Grupo J&F. Ligado ao grupo político do ex-presidente José Sarney (PMDB), João Alberto alegou falta de provas ao negar a abertura do processo.

De acordo com o senador, os membros do conselho têm até dois dias úteis para recorrer de sua decisão, contanto que o recurso reúna pelo menos cinco membros do colegiado.

O mineiro está afastado do mandato desde o dia 18 de maio, por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, relator do acordo dos executivos da empresa firmado com a Procuradoria-Geral da República.

Aécio foi gravado pelo dono do Grupo J&F, Joesley Batista, pedindo ao empresário 2 milhões de reais para supostamente custear os honorários de seu advogado, Alberto Zacharias Toron, na Operação Lava Jato. A Polícia Federal filmou três entregas de 500.000 reais a Frederico Pacheco de Medeiros, primo de Aécio Neves encarregado por ele de recolher os valores combinados com o delator.

O tucano foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça. Se a Primeira Turma do STF, à qual pertence o relator do inquérito contra o tucano, ministro Marco Aurélio Mello, aceitar a denúncia da PGR, Aécio se tornará réu e será levado a julgamento. Além dele, foram denunciados Pacheco de Medeiros, a jornalista Andrea Neves e o ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG) Mendherson Souza Lima.

A Primeira Turma do Supremo ainda definirá sobre a prisão preventiva de Aécio pedida por Janot e também a respeito do recurso da defesa do senador afastado que pede seu retorno ao mandato parlamentar.

Ontem, a pedido do procurador-geral, Marco Aurélio autorizou a abertura de um segundo inquérito contra Aécio Neves, em que ele será investigado por lavagem de dinheiro no recebimento de dinheiro da JBS por meio de notas frias.




Fonte: Veja


Ministro da Justiça diz que vai trocar o diretor da PF




Em reunião de 15 minutos com sindicalistas nesta quinta (22), o ministro da Justiça, Torquato Jardim, anunciou que fazem parte de seus planos promover duas mudanças na Polícia Federal: trocar o diretor-geral, que é uma espécie de fiador da Lava Jato, e policial, como emissão de passaportes e controle de estrangeiros.

A saída do diretor geral, Leandro Daiello, é vista por seus pares como uma tentativa de interferir na investigação, o que o ministro nega.

Um dos nomes cotados para assumir o cargo ocupa o segundo posto na hierarquia da PF, o delegado Rogério Galloro, apontado por seus pares como um policial de perfil mais político.

A indicação de Galloro para o cargo foi feita pelo general Sérgio Etchegoyen, chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), segundo a Folha apurou.

O general foi o responsável pela indicação do ministro da Justiça e do diretor da Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

Etchegoyen e o ministro Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil de Temer, são apontados como os principais articuladores da mudança na direção da PF.

Galloro assumiu a segunda posição na hierarquia da PF em junho de 2013 e tem pouca experiência com investigações. Antes foi adido da PF nos Estados Unidos, chefiou a diretoria de logística (2009/­2011) e foi superintendente em Goiás (2007/­2009).




Folha de São Paulo.

Gilmar Mendes é sorteado relator de inquérito contra Aécio



O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes foi sorteado, nesta sexta-feira (23), como o relator do inquérito 4444, em que o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) é investigado por suposto recebimento ilegal de dinheiro da Odebrecht para sua campanha nas eleições de 2014. Aécio nega ter cometido irregularidades.

O inquérito contra o tucano foi aberto em abril com base nas delações de Marcelo Odebrecht, Cláudio Melo Filho, Sérgio Luiz Neves e Benedicto Barbosa da Silva Júnior, todos ex-executivos da Odebrecht. O senador teria recebido ao menos R$ 3 milhões para sua campanha eleitoral por meio de um contrato de fachada da Odebrecht com a PVR Propaganda e Marketing, empresa do marqueteiro Paulo Vasconcelos. Aécio é investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo Benedicto, Aécio pediu à Odebrecht R$ 6 milhões em doações ilegais para a campanha de 2014. Foi acertado que o pagamento seria feito usando a PVR Propaganda e Marketing, empresa do marqueteiro Paulo Vasconcelos. De acordo com a delação, um pagamento de R$ 3 milhões ocorreu em duas parcelas, em maio e junho de 2014, após contrato de prestação de serviço da PVR à Odebrecht - mas nenhum serviço foi efetivamente prestado. O marqueteiro teria cobrado Sérgio Luiz Neves, da Odebrecht, para obter novo contrato de R$ 3 milhões, sem sucesso.

A relatoria havia sido distribuída por prevenção a Fachin, relator dos processos da Operação Lava Jato no Supremo. No entanto, nesta quinta (22), a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, acatou manifestação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no sentido de que a investigação sobre Aécio não tinha relação com a Lava Jato. Com a redistribuição do inquérito, Gilmar Mendes foi sorteado como o novo relator.




UOL



Laudo da PF não é verdade absoluta, diz defesa de Temer



Um dos advogados do presidente Michel Temer, Antônio Claudio Mariz de Oliveira afirmou que o laudo da Polícia Federal sobre as gravações feitas pelo empresário Joesley Batista não é uma "verdade fechada e absoluta".

A PF concluiu que não houve edição no áudio que faz parte do inquérito que tem o peemedebista como alvo e que as interrupções existentes são naturais do aparelho utilizado pelo dono da JBS, não tendo havido manipulação.

"Não tive acesso ainda ao laudo. Ainda vou analisar. Mas de qualquer forma, o que posso dizer é que esse laudo [da PF] não é uma verdade fechada e absoluta. Se a PF concluiu isso, há outros laudos que concluíram outras coisas", disse Mariz à Folha. "Vai ser uma discussão", acrescentou.

A defesa de Temer já havia questionado as gravações na investigação, levantando a suspeita de elas terem sofrido cortes e edições propositais.

Os advogados do presidente contrataram o perito Ricardo Molina, de Campinas, que colocou em dúvida o uso do áudio como prova no processo.

Ele disse à época que o gravador usado é "vagabundo" e "não é possível" garantir que a gravação seja "autêntica", portanto, argumentou Molina, o áudio não pode ser utilizado como prova judicial.



Folha de São Paulo



Ministro Fachin diz que não se pode “demonizar a política”



O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta sexta-feira (23), em Brasília, que não se pode “demonizar a política”, afirmando, em seguida, que não está na justiça criminal “a resposta de todos os males” do Brasil. O ministro discursou na abertura de uma palestra, organizada por ele, em um dos plenários do STF, sobre Fraternidade e Humanidade no Direito. Ele disse que “não há crise institucional no Brasil”, podendo o país “orgulhar-se da democracia que tem”, mas acrescentou ser necessário avançar no que chamou de “redenção constitucional”.

“Nela não está em primeiro plano a atuação hipertrofiada do magistrado constitucional, embora deva, quando chamado, responder com firmeza e serenidade. Em primeiro plano está a espacialidade da política, dos representantes da sociedade e a própria sociedade”, disse.

Magistrado não deve condenar por ódio

Antes, Fachin afirmou que “nenhum juiz com verdadeira vocação condena por ódio”. O ministro destacou que, ao completar neste mês dois anos de STF, seu gabinete acumula 142 inquéritos penais, 117 dos quais vinculados à Lava Jato, todos envolvendo políticos com prerrogativa de foro no STF como parlamentares e ministros.

Apesar disso, Fachin ressaltou a importância “da democracia representativa, da sociedade, do Parlamento e dos parlamentares, dos agentes públicos que, mesmo nos dissensos, constroem consensos”.





Da Agência Brasil



Arautos do Evangelho desejam que papa Francisco morra logo



Em uma sala, trajados com túnica medieval bege, ornada com desenho de uma grande cruz vermelha de cano longo e portando um rosário na cintura, vários homens ouvem atentamente a um senhor muito idoso, que fala com dificuldade, sentado numa cadeira de espaldar alto.

Ele faz intervenções à leitura de outro homem, que está em pé, à sua direita, e recita dezenas de folhas, cujo conteúdo seria uma sessão de exorcismo. A seguir, algumas “declarações” dadas pelo demônio, por meio da voz da pessoa possuída, por intervenção de um sacerdote:“Dr. Plínio (Corrêa de Oliveira, fundador da Tradição, Família e Propriedade e morto em 1995) está sentado à esquerda da Virgem… Ele tem o controle sobre o mundo porque ele é a ordem do Universo…Dr. Plinio esmaga a minha cabeça: eu morro de inveja dele… Ele faz com que os trabalhos do monsenhor (João Clá, na foto abaixo, fundador dos Arautos do Evangelho) dêem certo…” A leitura da sessão de exorcismo continua, com intervenções do monsenhor João (o idoso que lidera a reunião), muitas gargalhadas, questionamentos e observações.

João Clá conversa com o diabo

Em dado momento, o diabo anuncia que a América do Norte irá desaparecer, por meio da ação de um meteorito. O sacerdote exorcista pergunta: “E a Europa, será atingida? E o Vaticano?” No que vem a revelação, seguida de interjeições de espanto: “O Vaticano já é meu, a cabeça do Vaticano é minha. Ele (o papa) é um estúpido, me obedece em tudo e ama a glória. Ele é uma alma estúpida, que me serve…” Um dos presentes ao encontro ainda questiona se esse “demônio” é capaz de entrar no Vaticano, ao que o monsenhor responde, imediatamente: “Ele é o demônio mais capaz que já existiu entre nós, pois está sendo obrigado a dizer.”

A leitura, em voz alta, e algo teatralizada, continua. “…Dr. Plinio está incentivando a morte do papa”, afirma o demônio. “Mas não vou deixar que ele morra…” O diabo anuncia, também, que Francisco irá morrer dentro do Vaticano, ao escorregar e bater a cabeça. E que seu sucessor não será “subordinado” a ele. Revela, inclusive o nome: o esloveno Frank Rodé, que já declarou que o pontífice argentino é muito “de esquerda”.

A reunião que descreveu a sessão de exorcismo durou mais de duas horas e foi gravada em vídeo. Ela aconteceu no início do ano passado, mas só foi divulgada há duas semanas, por meio do vaticanista italiano Andrea Tornieli, do blog “Vatican Insider”, pertencente ao jornal “La Stampa”.

A veiculação já causou estragos. Monsenhor João, antes intocável, divulgou sua saída do comando do grupo, que está presente em dezenas de países, mas cuja sede é no Brasil. E a Santa Sé designou o cardeal brasileiro João Braz de Aviz, atual prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, para investigar os Arautos, que, pasmem, são uma sociedade de vida apostólica. Reconhecida oficialmente pelo Vaticano. Eles também são suspeito de promover culto a Plínio Correa de Oliveira, sua mãe, Dona Lucilia, e ao próprio monsenhor João.

A Sociedade Clerical de Vida Apostólica Vergo Flos Carmeli, mais conhecida como os “Arautos do Evangelho”, é uma dissidência da Tradição, Família e Propriedade (TFP), fundada pelo advogado Plínio Corrêa de Oliveira (1908-1995) em 1960.

Ela foi criada pelo monsenhor João Scornamiglio Clá Dias, secretário particular de Corrêa, quatro anos após a sua morte, como resultado de brigas com os fundadores da TFP. Ao contrário da primeira organização, que tinha um perfil ultra-direita, mas uma agenda mais política, que costumava lutar contra o comunismo, o aborto e o divórcio, entre outros temas, os Arautos se tornaram uma sociedade mais voltada a assuntos religiosos.

Tanto que tinham como líder um monsenhor. E postularam o reconhecimento do Vaticano, no pontificado de João Paulo II (1920-2005) para avalizar sua identidade. Esse mesmo grupo decretou que o papa Francisco está possuído pelo demônio.

Que a ala conservadora franze a testa para o argentino Bergoglio já se sabe há muito tempo. Mas uma coisa é uma indisposição intelectual. Outra é o que se viu no vídeo da sociedade liderada por monsenhor João. O desconforto é tanto que há um pacto de silêncio entre os católicos. Procuradas, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e a Nunciatura Apostólica se recusaram a dar declarações sobre o tema. “Esse caso é confuso, não está claro nem de um lado, nem de outro. Falta bastante conhecimento de fato”, diz um teólogo que prefere não se identificar.

O golpe logo foi sentido na sede dos Arautos, em São Paulo. O superior geral monsenhor João Clá resolveu renunciar ao cargo na sexta-feira 2 de junho, mas anunciou a decisão na segunda-feira 12. A alegação é que, ao chegar aos 77 anos, lhe pareceu justo deixar sua função, a fim de que um filho seu (um padre da instituição) “possa conduzir a Obra à perfeição desejada por Nossa Senhora”. Após a saída de seu líder, os Arautos divulgaram uma nota desmentindo as informações divulgadas pelo italiano Andrea Tornieli e desqualificando o vaticanista, um dos mais prestigiados do mundo.

Plinio é adorado com um santo


Os soldados de Cristo: Sociedade Clerical de Vida Apostólica Vergo Flos Carmeli: Arautos do Evangelho

  1. Fundador: Monsenhor João Scornamiglo Clá Dias
  2. Fundada: oficialmente em 2001, com a aprovação do papa João Paulo II
  3. Elevada à sociedade de vida apostólica em 2009, por Bento XVI
  4. Está presente em: 78 países 
  5. Tem: 200 sacerdotes
  6. Composta: de 2820 homens e 1260 mulheres, além de 50.557 famílias e membros solidários
  7. Os arautos usam uniforme de estilo militar medieval, túnica bege, ornada com desenho de uma grande cruz de cano longo e um rosário na cintura




Débora Crivellaro para Istoé


"Muito doido": Ator Fábio Assunção é preso após se envolver em confusão; veja vídeo



A prisão ocorreu na madrugada de hoje, na cidade de Arcoverde, sertão de Pernambuco


O ator Fábio Assunção foi detido na cidade pernambucana de Arcoverde após se desentender com policiais militares, na madrugada deste sábado (24). De acordo com o jornal Folha de Pernambuco, Fábio teria quebrado o vidro de uma viatura policial e xingado os PMs. Testemunhas disseram que o ator estava sob efeito de álcool.

Em um vídeo postado na internet, é possível ver o ator algemado no fundo da viatura. "Chama o sargento, eu quero olhar no olho dele", diz Fábio. Em outro momento, ele acusa o policial de tê-lo desacatado. "Desacato é o que ele fez agora. Eu não sou criminoso, filho da puta. Pede um autógrafo pra ele", afirma.

Em outro vídeo, pessoas que estavam na festa filmam o ator em uma confusão. "Fábio Assunção acabando a festa de Arcoverde", "Fábio Assunção passando vergonha. Olha a situação de um ator da Globo" são alguns dos comentários.

O ator namora a artista plástica e cineasta Pally Siqueira, 24 anos, que é natural de Arcoverde. O casal estava na cidade para o lançamento do documentário Eu sonho para você ver, uma parceria entre Fábio e Pally, que trata o samba de coco no Sertão do estado.

Veja vídeo:








Fonte: Correio 24 horas

22 de junho de 2017

Vereador de Santa Catarina tem orgão genital grampeado durante sessão e choca moradores



Para não deixar dúvidas sobre o título da notícia, não estamos falando de grampo telefônico, ok? O vereador Marcos Montibeller (PMDB-SC) virou notícia esta semana por um fato, no mínimo, curioso.

Durante uma sessão na Câmara de Vereadores do município catarinense de Witmarsum na noite do último dia 20, o político teve seu pênis grampeado em uma mesa por um colega.

Não preciso dizer que o vídeo virou sensação nos grupos de WhatsApp da cidade e chocou os moradores.

Agora, o que levaria uma pessoa a fazer uma bizarrice dessas? Tudo indica que ele perdeu uma aposta.

Procurado, Marcos Montibeller, assim como seus colegas parlamentares, não quis comentar o assunto.

Confira o vídeo na reportagem da Rebe Bela Aliança:







STF indica que manterá regra sobre delação



Na primeira sessão para analisar a validade da delação premiada da JBS, que provocou abertura de inquéritos contra o presidente Temer e o senador tucano Aécio Neves, ficou clara a tendência do STF de manter os termos do acordo de colaboração com os donos do grupo.

Se confirmada hoje, o plenário ficará impedido de rever agora os benefícios garantidos à JBS. Só dois (Edson Fachin e Alexandre de Moraes) dos 11 ministros votaram ontem, ambos a favor da manutenção das delações como são aprovadas hoje.

Nas discussões em plenário, outros três ministros sinalizaram que poderão votar da mesma forma. Um outro já se manifestara anteriormente contra a revisão do acordo do MP com a JBS, o que daria maioria a esta corrente. O caso deve permanecer com Fachin.

Proxima  → Página inicial

Compartilhe